AOS PEQUENINOS… (Mt 11,25-30) – Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

jesusEm apenas seis versículos, três notáveis notícias: 1) a revelação do Pai se dirige aos “pequeninos”; 2) ela se realiza unicamente pelo Filho, Jesus Cristo, que a comunica a quem ele quer; 3) ele transmite esta revelação do Pai e do Filho a todos aqueles que sofrem sob o peso do fardo, orientando-os ao seu próprio exemplo.
Quem faz este “resumo” do Evangelho de hoje é o inspirado teólogo Hans Urs von Balthasar, que estende sua reflexão:
“Tudo provém do Pai. Jesus, o revelador, agradece ao Pai, de quem ele recebe o ser. E já está previsto no plano do Pai que Jesus não irá atingir os ‘sábios e os sabidos’ com sua revelação – esses que pensam já saber tudo e melhor que os outros -, mas somente os ‘pequeninos’.
Pequeninos? Aqueles que não se submeteram à teologia dos doutores da Lei, o mesmo que os ‘pobres em espírito’, o mesmo que os ‘doentes’ cujo olhar interroga o médico, e as ‘ovelhas desgarradas’ que não possuem pastor…
Esses pobres têm um espírito aberto e não empanturrado por mil teorias. Ainda que sejam desprezados pelos sábios, Deus os reservou como destinatários de sua revelação. E se perceberá, mais profundamente ainda, que o Filho, em sua humildade e rebaixamento, só pode ser compreendido como o mediador dos sentimentos do Pai, em razão de seus próprios sentimentos, pelos ‘pequeninos’ aos quais ele se dirige.”
Na segunda metade dos anos 80, participei de uma associação de leigos dedicados à evangelização. Em nossas viagens missionárias, sempre levávamos livros de conteúdo espiritual para serem vendidos. Se visitávamos um grupo ou comunidade de classe média alta, só queriam adquirir livros sobre “cura”. Cura interior, cura das emoções, cura das lembranças. Se o grupo visitado era uma comunidade mais pobre, só se interessavam por livros sobre “oração”. Queriam melhorar sua comunicação com Deus. Não preciso comentar…
Em um mundo fraturado – norte contra sul, centro contra periferia, capital contra trabalho -, os ‘pequeninos’ gemem sob pesado fardo. É exatamente a eles que Jesus se dirige: “Vinde a mim!” O mesmo Jesus que carregou em sua cruz o fardo de toda a humanidade, aproxima-se daqueles que são esmagados por um sistema cruel e desumano. E eles sabem que Jesus sofre com eles…

Orai sem cessar: “Eu mesmo sou o vosso consolador!” (Is 51,12)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s