AOS PEQUENINOS… (Lc 10,21-24) – Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

PEQUENINOSComo nos diz Jesus, ninguém conhece o Pai. Só o Filho. E só o Filho nos pode revelar o Pai. O Deus transcendente, puro espírito, permanece fora do alcance dos sentidos humanos: invisível, intangível.
Mas veio o Filho, encarnou-se, nasceu de Mulher. Agora, Deus tem um corpo, uma Face humana, fala um de nossos idiomas. E, como anotou João, tornou-se “Aquele que nossos olhos viram, nossos ouvidos ouviram e nossas mãos têm apalpado, no tocante ao Verbo da vida”. (1Jo 1,1.)
Daí a referência de Jesus Cristo aos anseios e súplicas de profetas e patriarcas que não chegaram a ser atendidos: ver a Deus! Em vão o antigo salmista clamava: “Mostrai-nos, Senhor, a vossa Face e seremos salvos!” (Sl 80,4) “Senhor, por que escondes a tua Face?” (Sl 88,15.)
Com a Nova Aliança em Jesus Cristo, tudo mudou. Deus-conosco, carne de nossa carne, Jesus manifesta o Pai aos pequeninos. Gente humilde, de pele grossa e mãos calejadas, sem os discursos de Roma e as filosofias de Atenas, recebem gratuitamente a revelação de um Deus paternal. Só no Evangelho de João, Deus é chamado de “Pai” 100 vezes!
“Quem me vê, vê o Pai”, garante Jesus (cf. Jo 14,9). Daí a sua exclamação: “Felizes os vossos olhos, que veem o que vós vedes!” Coisas secretas, arcanos de Deus mantidos na sombra por longos séculos, são agora reveladas a gente simples, demonstrando que Deus tem sede dos homens, não pode mais esperar por seu amor de filhos.
Uma “pequenina” do Séc. XIX, a “pequena Teresa”, também fez essa mesma descoberta: “Jesus sente prazer em mostrar-me o único caminho que leva para essa fornalha divina, e esse caminho é a entrega da criancinha que adormece sem receio no colo do pai… ‘Quem for criança, venha cá’, diz o Espírito pela boca de Salomão, e esse mesmo Espírito de Amor disse também que a ‘misericórdia é dada aos pequenos’. […] E como se todas essas promessas não fossem suficientes, o mesmo profeta, cujo olhar inspirado mergulhava nas profundezas eternas, exclama em nome do Senhor: ‘Como alguém que é consolado pela própria mãe, assim eu vos consolarei, sereis levados ao colo, e acariciados sobre os joelhos’”. (Man. “B”, 242.)
Ao contrário do que se diz, não é preciso diploma e teologia para entrar na intimidade de Deus. Basta um coração de criança. Deus prefere os simples…

Orai sem cessar: “Deixai vir a mim as criancinhas!” (Mc 10,14)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s