SEJA PURIFICADO! (Mt 8,1-4) – Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

SEJA PURIFICADOSanto e puro, Jesus nos faz puros. Nossas imundícies não o afastam de nós; antes, ele se move na direção do pecador, pronto a injetar em nós a sua santidade.
S. João Crisóstomo [+407] comenta este Evangelho:
“Um leproso se aproxima de Jesus, dizendo: ‘Senhor, se queres, tu podes me purificar’. Grandes eram a discrição e a fé daquele que assim se aproximava. Ele evitou interromper o discurso de Jesus e não atravessou a multidão que o ouvia, mas esperou o momento oportuno e se avizinhou do Senhor quando ele desceu do monte.
Não se dirigiu a ele de maneira banal, mas com grande fervor, caindo de joelhos, como diz outro evangelista, com profunda fé e uma ideia exata a respeito de Cristo. Ele não diz ‘se pedes a Deus’, nem ‘se rezares’, mas ‘se tu queres, podes purificar-me’. Ele também não diz ‘Senhor, purifica-me’, mas se entrega a ele por inteiro, deixa-O como senhor de sua cura e presta homenagem à sua onipotência…
Jesus não responde ‘seja purificado’, mas ‘eu o quero, seja purificado’… Por estas palavras, ele queria fortalecer todo o povo, assim como o leproso, na convicção que eles tinham de seu poder. Por isso é que ele diz ‘eu o quero’. E não se contentou de dizê-lo sem o fazer, mas seguiu-se o ato de imediato.
Se Jesus se tivesse exprimido mal, se sua palavra tivesse sido uma blasfêmia, teria sido impedida a sua ação. Ora, ao contrário, a coisa é executada com espantosa prontidão, mais rápida até do que o Evangelho pode dizer, pois a expressão ‘no mesmo instante’ é lenta demais para traduzir a rapidez do ato.
O Senhor não diz apenas ‘eu quero, seja curado’, mas estende a mão e toca o leproso. Isto merece o máximo de nossa atenção! De fato, por que ele o toca com a mão, quando bastava querer e falar para o purificar? Parece-me que ele não tinha outro motivo, senão demonstrar que não estava sob a Lei, mas acima da Lei, e que nada é impuro para aquele que é puro.
A mão do Senhor não se tornou impura ao contato com o leproso; ao contrário, o corpo de leproso foi purificado por aquela mão santíssima. É que o Cristo não veio apenas para curar os corpos, mas para elevar as almas à santidade… e nos ensinar que a única lepra a temer é a do pecado…
Após ter curado o corpo do leproso, Jesus lhe ordena que nada diga a ninguém, mas ir mostrar-se ao sacerdote e fazer a oferenda que Moisés prescrevera para lhe servir de atestado. Jesus o remete à Lei, assim fechando a boca de seus adversários. Para que não o acusem de se arrogar a honra dos sacerdotes, ele realiza sua obra e, depois, deixa a eles o cuidado de comprová-la e avaliar a autenticidade de seus milagres.”

Orai sem cessar: “Senhor, purifica-me de meu pecado!” (Sl 51,4)

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s