AI DOS RICOS! (Lc 6,20-26) – Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

rico e lázaroAmeaça? Cominação? Uma espada erguida no ar? Ou urgente advertência? Será que Deus não ama os ricos e, ao optar pelos pobres, condenou todos aqueles ao inferno?
Não. Claro que não. Deus ama a todos, inclusive os ricos. Por isso mesmo, alerta-os a se deixarem amar, proteger e cuidar. Deus quer que sua providência amorosa seja sentida também pelos ricos.
E aqui está o problema deles. Na condição de ricos, são tomados pela ilusão de que nada lhes falta. Facilmente acabam com o coração preso a suas riquezas, afinal, “onde está o teu tesouro, aí está o teu coração” (cf. Mt 6,21). Iludidos com sua aparente segurança, tendem a se esquecer de Deus e a centrar-se em si mesmos: “Descansa, come, bebe e regala-te”. (Lc 12,19.)
Se tenho tudo, de nada preciso. Se tudo conquistei graças a meu próprio esforço, a quem eu seria grato? Se conto apenas com minhas capacidades, meu saber, minha conta bancária, não sou eu mesmo o meu próprio Deus?
Pior, anestesiados pela fartura, tendem igualmente a se distanciar do próximo, como aquele rico que se banqueteava enquanto Lázaro, o mendigo, passava fome à sua soleira, as feridas lambidas pelos cães. (Lc 16,19ss.) Distraídos de Deus, indiferentes ao próximo, como experimentar o amor?
Claro, nem todo rico é assim tão louco! No Evangelho, há gente poderosa que decide contar com o poder de Jesus, como o centurião que pediu a cura do servo enfermo. (L 7,1-19.) Havia gente rica que ajudava a Jesus com suas posses (como Joana, mulher do administrador de Herodes – cf. Lc 8,3), e foi também um homem rico que fez o enterro de Jesus (cf. Lc 23,50; Jo 19,38-39).
Enfim, o mal não está na riqueza em si, mas no apego aos bens materiais, que escravizam o coração humano. Sem liberdade, como seguir a Jesus? Como amar o próximo? Por isso mesmo, quando o jovem rico se dispôs a seguir o Mestre, ouviu dele qual seria o primeiro passo: “Uma só coisa te falta… Se queres ser perfeito, vai, vende teus bens, dá-os aos pobres e terás um tesouro no céu!” (Mc 10,21.)
Claro, o tesouro é o próprio Jesus. E, como escreveu a Pequena Teresa, “quem tem Jesus, tem tudo…”
Orai sem cessar: “Graças a mim é que produzes fruto!” (Os 14,8b)
Anúncios

Um pensamento sobre “AI DOS RICOS! (Lc 6,20-26) – Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s