PÉROLAS FINAS… (Mt 13,44-46) – Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

Perolas1

Jesus costumava ensinar à multidão. Vivia cercado de lavradores e criadores de cabras, pescadores e mulheres do povo. Mesmo o grupo de seus discípulos não era notório por sua alta filosofia. Assim, quando Jesus diz que o Reino dos Céus pode ser comparado ao achado de um tesouro no campo, é de se esperar que o compreendessem.

 

            Mas, ao falar de um mercador que buscava por “pérolas finas”, não estaria navegando muito alto? Seus ouvintes teriam visto, alguma vez, um colar de pérolas finas? Se o próprio Jesus, falando a respeito de João Batista, dissera que as roupas de luxo só eram vistas nos palácios dos reis!… (Cf. Mt 11,7-8) Sendo assim, que pretendia o Mestre com essa imagem?

 

            Creio que não forçamos demais o texto do Evangelho se recordamos que as pérolas jazem dentro de ostras, bem no fundo do mar. Ali ficarão por anos e anos, inteiramente fora das vistas humanas, se o mergulhador não arriscar sua vida para pescá-las. As pérolas existem, sim. Mas estão fora de nosso alcance. Entretanto, alguém pode assumir o risco da aventura e mergulhar nas profundezas do oceano até encontrá-las.

 

            Assim também é o Reino de Deus. Para nós, que vivemos mergulhados em outro “reino”, feito de compras e vendas, construções humanas, guerras e revoluções,

 

            O Reino de Deus pode parecer algo tão remoto e inatingível quanto as pérolas do Oceano Índico. Ao falar de pérolas, Jesus talvez provocasse cintilações na imaginação de seus ouvintes. E o Mestre de Nazaré garante ao seu auditório que a pérola pode ser encontrada.

 

            E não se trata de uma pérola qualquer. O mercador da parábola buscava por “pérolas finas”, isto é, algo especial, fora do comum. E achou! Acabou por encontrar uma pérola de valor tão inestimável que, prontamente, vendeu tudo o que possuía para adquirir o achado. E o fez dominado por inédita alegria: tinha valido a pena a longa procura! Lavradores, pescadores, a multidão dos sem-terra e dos sem-casa tem agora uma razão para viver. A pérola existe. Pode ser procurada. Mais cedo ou mais tarde irão encontrá-la.

 

            Terão eles percebido, em sua imensa pobreza, que a pérola estava bem ali à sua frente? Era Jesus que lhes falava…

 

 

 

Orai sem cessar: “Venha a nós o vosso Reino!”

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “PÉROLAS FINAS… (Mt 13,44-46) – Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s